Mudanças conceituais do desenvolvimento rural e suas influências nas políticas públicas Outros Idiomas

ID:
9135
Resumo:
Novas referências conceituais sobre o “rural” passaram gradativamente a ser incorporadas, ainda que demodo parcial e contraditório, pelas políticas públicas. Considerando esse pressuposto, investiga-se nestetrabalho de que forma as políticas públicas de desenvolvimento rural, no Brasil, nas últimas décadas,respondem, em termos de sua formulação, a determinadas inovações conceituais. Para sustentar esse argumento, investigam-se, à luz de um denso estudo bibliográfico sobre desenvolvimento, ruralidade e políticas públicas, as mudanças históricas, conceituais e práticas do desenvolvimento rural. Com a pesquisa foi possível não só identificar as “novas” referências do desenvolvimento rural e da operacionalizaçãodas políticas públicas, mas também as mudanças institucionais nesse processo. As considerações finais mostram que as mudanças nas concepções teóricas sobre o rural e o desenvolvimento rural foram substancialmente importantes para promover uma mudança de perspectiva na ação do Estado.
Citação ABNT:
FREITAS, A. F.; FREITAS, A. F.; DIAS, M. M. Mudanças conceituais do desenvolvimento rural e suas influências nas políticas públicas. Revista de Administração Pública, v. 46, n. 6, p. 1575-1597, 2012.
Citação APA:
Freitas, A. F., Freitas, A. F., & Dias, M. M. (2012). Mudanças conceituais do desenvolvimento rural e suas influências nas políticas públicas. Revista de Administração Pública, 46(6), 1575-1597.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9135/mudancas-conceituais-do-desenvolvimento-rural-e-suas-influencias-nas-politicas-publicas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABRAMOVAY, Ricardo. Do setor ao território: funções e medidas da ruralidade no desenvolvimento contemporâneo. Relatório de pesquisa — Projeto BRA, 97/013, Ipea, 1999.

ABRAMOVAY, Ricardo. O capital social dos territórios: repensando o desenvolvimento rural. Eco nomia Aplicada, v. 4, n. 2, p. 379-397, 2000.

ALMEIDA, Jalcione. Da ideologia do progresso à ideia de desenvolvimento (rural) sustentável. In: ALMEIDA, Jalcione; NAVARRO, Zander (Org.). Reconstruindo a agricultura: ideias e ideais na perspectiva de um desenvolvimento rural sustentável. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1997. p. 33-55.

BEDUSCHI FILHO, Luiz C.; ABRAMOVAY, Ricardo. Desafios para a gestão territorial do desenvolvi mento sustentável no Brasil. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL (SOBER), XLI, 2003, Juiz de Fora. Disponível em: . Acesso em: 1º jul. 2011.

BOISER, Sergio. Post-scriptum sobre desenvolvimento regional: modelos reais e modelos mentais. Planejamento e políticas públicas, n. 19, p. 307-343, jun. 1999.

BONNAL, Phillipe; MALUF, Renato S. Políticas de desenvolvimento territorial e multifuncionalidade da agricultura familiar no Brasil. Política & Sociedade, n. 14, p. 211-250, 2009.

BOURDIEU, Pierre. Economia das trocas linguísticas. São Paulo: Edusp, 1996.

BRANDÃO, Carlos A. Território e desenvolvimento: as múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas: Editora Unicamp, 2007.

BRASIL. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO (MDA). Referência para o desenvolvimento territorial sustentável.Brasília: MDA/IICA, 2003. (Textos para discussão, n. 4).

CAZELLA, Ademir A. et al. (Org.). Agricultura familiar: multifuncionalidade e desenvolvimento territorial no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad, 2009.

COWEN, Michael P.; SHENTON, Robert W. Doctrines of development. Londres: Routledge, 1996.

DELGADO, Guilherme. Expansão e modernização do setor agropecuário no pós-guerra: um estudo da reflexão agrária. Estudos Avançados, v. 15, n. 43, p. 157-172, 2001.

DOIMO, Ana M. A vez e voz do popular: movimentos sociais e participação política no Brasil pós 70. Rio de Janeiro: Relume, 1995.

ELLIS, Frank; BIGGS, Stephen. Evolving themes in rural development — 1950s-2000s. Development Policy Review, v. 19, p. 437-448, 2001.

ELLIS, Frank. Rural livelihoods and diversity in developing countries. Oxford: Oxford University Press, 2000.

FAO; INCRA. Perfil da Agricultura Familiar no Brasil: dossiê estatístico. Brasília: FAO; Incra, 1996.

FAVARETO, Arilson S. Paradigmas do desenvolvimento rural em questão. São Paulo: Fapesp; Iglu, 2007.

FREITAS, Alan F. et al. O programa Nacional de Desenvolvimento Sustentável de Territórios Rurais: a indução de territorialidades à ação pública. Perspectivas em Políticas Públicas, v. 3, p. 2758, 2010.

GOODMAN, David et al. Da lavoura às biotecnologias. Rio de Janeiro: Campus, 1990.

GRAZIANO DA SILVA, José. O novo rural brasileiro. São Paulo: Editora Unicamp, 1999.

GRAZIANO DA SILVA, José. Velhos e novos mitos do rural brasileiro. Estudos avançados, v. 15, p. 37-50, 2001.

GUANZIROLLI, Carlos H. Experiências de desenvolvimento territorial rural no Brasil.Universidade Federal Fluminense. Textos para Discussão, 2006. Disponível em: . Acesso em: 1º nov. 2011.

JOHN, Peter. Analysing public policy. Londres: Pinter, 1999.

KAGEYAMA, Ângela. Desenvolvimento rural: conceito e aplicações ao caso brasileiro. Porto Alegre: UFRGS-Editora, 2008.

LAMARCHE, Hugues. Agricultura familiar: do mito à realidade. Campinas: Ed. Unicamp, 1998.

LATOUCHE, Serge. Desfazer o desenvolvimento para refazer o mundo.São Paulo: Cidade Nova, 2009.

LONG, Norman. Development sociology: actor perspectives. Londres: Routledge, 2001.

MALUF, Renato S. Atribuindo sentido(s) ao desenvolvimento econômico. Estudos Sociedade e Agri cultura, n. 15, p. 53-86, 2000.

MATTEI, Lauro. Pronaf 10 anos: mapa da produção acadêmica. Brasília: Nead/MDA, 2006.

MEDEIROS, Leonilde S.; DIAS, Marcelo M. Bases para a construção de um marco jurídico-normativo do desenvolvimento rural no Brasil. In: PERICO, Rafael et al. (Org.). Políticas de desenvolvimento rural territorial: desafios para construção de um marco jurídico-normativo. Brasília: IICA, 2011. p. 127-137.

MEDEIROS, Leonilde S.; LEITE, Sérgio P. (Org.). A formação dos assentamentos rurais no Brasil: pro cessos sociais e políticas públicas. Porto Alegre; Rio de Janeiro: Editora da UFRGS/CPDA, 1999.

PECQUEUR, Bernard. O desenvolvimento territorial: uma nova abordagem dos processos de de senvolvimento para as economias do Sul. Raízes, v. 3, p. 10-22, 2005.

PIETERSE, Jan. N. My paradigm or yours? Alternative development, post-development, reflexive development. Development and Change, v. 29, p. 343-373, 1998.

ROCHA, Maria R. T. da; FILIPPI, Eduardo E. Política para o desenvolvimento dos territórios rurais no Brasil: propostas e fundamentos. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL LAS CONFIGURACIONES DE LOS TERRITORIOS RURALES EN EL SIGLO XXI, VI, 2007, Bogotá. Disponível em: . Acesso em: 1º jun. 2011.

SACHS, Ignach. Estratégias de transição para o século XXI: desenvolvimento e meio ambiente. São Paulo: Nobel; Fundap, 1993.

SARAIVA, Enrique. Introdução à teoria da política pública. In: SARAIVA, Enrique; FERRAZERI, Elizabete (Org). Políticas públicas. Brasília: Enap, 2006. p. 21-42.

SCHEJTMAN, Alexander; BERDEGUÉ, Julio A. Desarrollo territorial rural. Santiago: Rimisp, 2003.

SCHNEIDER, Sérgio. A abordagem territorial do desenvolvimento rural e suas articulações externas. Sociologias, v. 6, n. 11, p. 88-125, 2004.

SCHNEIDER, Sergio. Situando o desenvolvimento rural no Brasil: o contexto e as questões em debate. Revista de Economia Política, v. 30, n. 3, p. 511-531, 2010.

SCHNEIDER, Sérgio. Território, ruralidade e desenvolvimento. In: VELÁSQUEZ LOZANO, Fabio; MEDINA, Juan G. F. (Org.). Las configuraciones de los territorios rurales en el siglo XXI.Bogotá: Editorial Pontifícia Universidad Javeriana, 2009. p. 67-108.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SEN, Amartya; KLIKSBERG, Bernardo. As pessoas em primeiro lugar: a ética do desenvolvimento e os problemas do mundo globalizado. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

STIGLITZ, Joseph E. Globalização: como dar certo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SZTOMPKA, Piotr. A sociologia da mudança social. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1998.

THEIS, Ivo M. Desenvolvimento, meio ambiente e território: qual sustentabilidade? Desenvolvimento em questão, ano 4, n. 8, p. 13-34, 2006.

VAN DER PLOEG, Jan D. Camponeses e impérios alimentares: lutas por autonomia e sustentabilidade na era da globalização. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.

VEIGA, José E. A face rural do desenvolvimento: natureza território e agricultura. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000.

VEIGA, José E. Cidades imaginárias: o Brasil é menos urbano do que se calcula. Campinas: Ed. Autores Associados, 2002.

WANDERLEY, Maria N. B. A emergência de uma nova ruralidade nas sociedades modernas avan çadas — o “rural” como espaço singular e ator coletivo. Estudos Sociedade e Agricultura, n. 15, p. 87-145, 2000.

WANDERLEY, Maria. N. B. O mundo rural como um espaço de vida: reflexões sobre a propriedade da terra, agricultura familiar e ruralidade. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2009.