Produção científica brasileira em Administração na década de 2000

ID:
9491
Citação ABNT:
BERTERO, C. O.; VASCONCELOS, F. C.; BINDER, M. P.; WOOD JR., T. Produção científica brasileira em Administração na década de 2000. Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 12-20, 2013.
Citação APA:
Bertero, C. O., Vasconcelos, F. C., Binder, M. P., & Wood Jr., T. (2013). Produção científica brasileira em Administração na década de 2000. Revista de Administração de Empresas, 53(1), 12-20.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9491/producao-cientifica-brasileira-em-administracao-na-decada-de-2000/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALCADIPANI, R. Resistir ao produtivismo: uma ode à perturbação acadêmica. Cadernos EBAPE.BR, v. 9, n. 4, p. 174-178, 2011.

BERTERO, C. O; CALDAS, M. P; WOOD Jr, T. Introdução: produção científica em administração no Brasil. In: BERTERO, C. O; CALDAS, M. P; WOOD Jr, T. Produção científica em administração no Brasil: o estado da arte. São Paulo: Atlas, 2005a.

BERTERO, C. O; CALDAS, M. P; WOOD Jr, T. Produção científica em administração no Brasil: o estado da arte. São Paulo: Atlas, 2005b.

FARIA, A. Repensando produtivismo em gestão no (e a partir do) Brasil. Cadernos EBAPE.BR, v. 9, n. 4, p. 1164-1173, 2011.

FREITAS, M. E. O pesquisador hoje: entre o artesanato intelectual e a produção em série. Cadernos EBAPE.BR, v. 9, n. 4, p. 1158-1163, 2011.

GABRIEL, Y. Organization studies: a space for ideas, identities and agonies. Organization Studies, v. 31, n. 6, p. 757-775, 2010.

GODOI, C. K; XAVIER, W. G. O produtivismo e suas anomalias. Cadernos EBAPE. BR, v. 10, n. 2, p. 456-465, 2012.

LEAL, R. P. C; SOUSA, V. A. e; BORTOLON, P. M. A produção científica brasileira em finanças no período 2000-2010. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 046-055, 2013.

MACHADO, A. M. N; BIANCHETTI, L. (Des)fetichização do produtivismo acadêmico: desafios para o trabalhadorpesquisador. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 244-254, 2011.

MASCARENHAS, A. O. M; BARBOSA, A. C. Q. A produção científica brasileira em gestão de pessoas no período 2000-2010. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 035-045, 2013.

MATTOS, P. L. C. L. Pés de barro do texto “produtivista” na academia. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 52, n. 5, p. 566-573, 2012.

MAZZON, J. A; HERNANDEZ, J. M. C. A produção científica brasileira em marketing no período 2000-2009. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 067-080, 2013.

PAIVA, E. L; BRITO, L. A. L. A produção científica brasileira em gestão de operações no período 2000-2010. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 056-066, 2013.

ROUSSEAU, D; MANNING, J; DENYER, D. Evidence in management and organizational science: assembling the field’s full weight of scientific knowledge through syntheses. AIM Working Paper Series, 067, 2008. Disponível em: http://www.evidencebased-management.com/wp-content/uploads/ 2010/01/ROUSSEg PapaersAU-Evidence_2_15_08-11.pdf. Acesso em 23.03.2011.

SOBRAL, F; MANSUR, J. A produção científica brasileira em comportamento organizacional no período 20012010. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 021-034, 2013.

SUDDABY, R; HARDY, C; HUY, Q. N. Introduction to special topic forum: where are the new theories of Organization? Academy of Management Review, v. 36, n. 2, p. 236-246, 2011.

TSUI, A. S. Editor’s introduction – autonomy of inquiry: shaping the future of emerging scientific communities. Management and Organization Review, v. 5, n. 1, p. 1-14, 2009.

VEN, A. V. de. Nothing is quite so practical as a good theory. Academy of Management Review, v. 14, n. 4, p. 486-489, 1989.

VERGARA, S. C; CARVALHO Jr, D. S. Nacionalidade dos autores referencia referenciados na literatura brasileira sobre organizações. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 19, 1995, João Pessoa. Anais. João Pessoa: ANPAD, 1995.

WHETTEN, D. A. O que constitui uma contribuição teórica? RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, p. 69-73, 2003.