Produção científica brasileira em Comportamento Organizacional no período 2000-2010 Outros Idiomas

ID:
9492
Resumo:
O presente artigo tem como objetivo fazer uma análise da produção científica em Comportamento Organizacional (CO), com base nos principais periódicos brasileiros de Administração e anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD). No total, foram analisados 185 artigos publicados em periódicos e 696 no EnANPAD, de 2001 a 2010. As análises foram baseadas no levantamento das temáticas e procedimentos metodológicos utilizados. Os resultados encontrados contribuem para uma melhor delimitação do campo de CO e caracterização do seu escopo temático. Os resultados apontam para uma identidade própria da produção acadêmica brasileira de CO, com destaque para temas com enfoque macro, como cultura e aprendizagem organizacional, apesar de o campo evidenciar uma grande diversidade de temas. Quanto aos aspectos metodológicos, verifica-se que predomina uma abordagem qualitativa e destacam-se algumas fragilidades metodológicas. Por outro lado, é importante realçar que o campo tem crescido nos últimos anos e que se verifica um aumento na variedade de estratégias de pesquisa e na utilização de técnicas de análise de dados mais sofisticadas.
Citação ABNT:
SOBRAL, F. J. B. A.; MANSUR, J. A. Produção científica brasileira em Comportamento Organizacional no período 2000-2010. Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 1, p. 21-34, 2013.
Citação APA:
Sobral, F. J. B. A., & Mansur, J. A. (2013). Produção científica brasileira em Comportamento Organizacional no período 2000-2010. Revista de Administração de Empresas, 53(1), 21-34.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9492/producao-cientifica-brasileira-em-comportamento-organizacional-no-periodo-2000-2010/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BASTOS, A. V. B; FRANÇA, A; PINHO, A. P. M.; PEREIRA, L. Pesquisa em comportamento organizacional no Brasil: o que foi divulgado nos nossos periódicos científicos? In: Sociedade Interamericana de Psicologia (Ed.), Anais, XXVI Congresso Interamericano de Psicologia. São Paulo, SP: Sociedade Interamericana de Psicologia, 1997.

BERTERO, C. O; CALDAS, M; WOOD, T. Produção científica em Administração de empresas: provocações, insinuações e contribuições para um debate local. Revista de Administração Contemporânea, v. 3, n. 1, p. 147-178, 1999.

BERTERO, C. O; KEINERT, T. M. M. A evolução da análise organizacional no Brasil (1961-93). RAE-Revista de Administração de Empresas,, v. 34, n. 3, p. 81-90, 1994.

BORGES-ANDRADE, J. E; OLIVEIRA-SOUZA, C. M; PILATI, R; NONATO, A. J; SILVINO, A. M. D; & GAMA, A. L. G. Pesquisa em comportamento organizacional no Brasil: Que fizeram nossas pós-graduações e que estão fazendo nossos pesquisadores? In Sociedade Interamericana de Psicologia (Ed.), Anais, XXVI Congresso Interamericano de Psicologia, São Paulo, SP: Sociedade Interamericana de Psicologia, 1997.

BORGES-ANDRADE, J. E; PAGOTTO, C. P. O estado da arte da pesquisa brasileira em psicologia do trabalho e organizacional. Psicologia: teoria e pesquisa [on-line], v. 26, Edição Especial, p. 37-50, 2010.

CALDAS, M; TINOCO, T. Pesquisa em gestão de recursos humanos nos anos 1990: um estudo bibliométrico. RAE-Revista de Administração de Empresas,, v. 44, n. 3, p. 100-114, 2004.

DAVEL, E; ALCADIPANI, R. Estudos críticos em Administração: a produção científica brasileira nos anos 1990. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 4, p. 72-85, 2003.

GUIMARÃES, T. A; GOMES, A. O; ODELIUS, C. C; ZANCAN, C; CORRADI, A. A. A rede de programas de pós-graduação em Administração no Brasil: análise de relações acadêmicas e atributos de programas. Revista de Administração Contemporânea, v. 13, p. 564-582, 2009.

MACEDO, M; BOTELHO, L. L. R; DUARTE, M. A. T. Revisão bibliométrica sobre a produção científica em aprendizagem gerencial. GES – Revista Gestão e Sociedade CEPEAD/ UFMG, v. 4, n. 8, p. 619-639, 2010.

MACHADO-DA-SILVA, C. L; CUNHA,V. C; AMBONI, N. Organizações: o estado da arte da produção acadêmica no Brasil. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Administração, 14, 1990. Anais. ANPAD. Florianópolis: ANPAD, 1990.

MITCHELL, T. R. Organizational behavior. Annual Review of Psychology, v. 30, p. 243-281, 1979.

MORRISON, E. From the editors. OB in AMJ: what is hot and what is not? Academy of Management Journal, v. 53, n. 5, p. 932-936, 2010.

MOTTA, F. C. P. Os pressupostos básicos de Schein e a fronteira entre a psicanálise e a cultura organizacional. In: PRESTES MOTTA, F. C; FREITAS, M. E. Vida psíquica e organização. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

MOWDAY, R. T; SUTTON, R. I. Organizational behavior: linking individuals and groups to organizational contexts. Annual Review of Psychology, v. 44, p. 195-229, 1993.

NORTHCRAFT, G. B; NEALE M. A. Organizational behavior: a management challenge. Chicago: Dryden Press, 1990.

O’REILLY , C. A. Organizational behavior: where we’ve been, where we’re going. Annual Review of Psychology, 42, p. 427-458, 1991.

PAYNE, R; PUGH, D. S. Organizations as psychological environments. In: WARR, P. B. (Org). Psychology at work. Harmondsworth: Penguin, 1971. p. 374-402.

PUGH, D. S. Modern organization theory: a psychological and sociological study. Psychological Bulletin, v. 66, n. 4, p. 235-251, 1966.

PUGH, D. S. Organization behavior: an approach from psychology. Human Relations, v. 22, n. 4, p. 345-354, 1969.

ROUSSEAU, D. M. Organizational behavior in the new organizational era. Annual Review of Psychology, v. 48, p. 515-546, 1997.

ROUSSEAU, D. M. Standing out in the fields of organization science. Journal of Organizational Behavior, 28, n. 7, p. 849-857, 2007.

SIQUEIRA, M. M. M. Medidas do comportamento organizacional. Estudos de Psicologia, v. 7, spe, p. 11-18, 2002.

STAW, B. M. Organizational behavior: a review and reformulation of the field’s outcome variables. Annual Review of Psychology, v. 35, p. 627-666, 1984.

TONELLI, M. J; CALDAS, M. P; LACOMBE, B. M. B; TINOCO, T. Produção acadêmica em recursos humanos no Brasil: 1991-2000. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 1, p. 105-122, 2003.

TONETTO, A. M; AMAZARRAY, M. R; KOLLER, S. H; GOMES, W. B. Psicologia organizacional e do trabalho no Brasil: desenvolvimento científico contemporâneo. Psicologia & Sociedade, v. 20, n. 2, p. 165-173, 2008.