Os tipos de inovações implementadas nos empreendimentos de economia solidária do projeto Esperança/Cooesperança de Santa Maria - RS Outros Idiomas

ID:
9578
Resumo:
No presente momento, marcado por novas necessidades e desafios, a busca de inovação pelas organizações configura-se como uma oportunidade e um diferencial para manter-se e crescer no mercado. Os grupos iniciais do Projeto Esperança/Cooesperança, contando com a colaboração do Curso de Administração da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), fomentaram o debate sobre o empreendedorismo na academia. Decorridos mais de vinte anos de atividades, hoje podem ser evidenciadas as inovações que vem ocorrendo nesses projetos. Nesse sentido, o estudo tem por objetivo verificar as principais inovações implementadas nos empreendimentos de Economia Solidária do Projeto Esperança/Cooesperança de Santa Maria - RS. A pesquisa classifica-se como quantitativa e qualitativa, do tipo exploratória e descritiva, e um estudo de campo. A coleta dos dados realizou-se através de entrevista estruturada aplicada nos coordenadores de cinquenta empreendimentos que se destacam pelo desempenho dentro do projeto. Como resultados mais significativos, observou-se as inovações nos produtos, mercados, no atendimento ao cliente, em conhecimentos e tecnologia. Concluiu-se que a maioria dos grupos ainda não atingiu sua total autonomia fora do Projeto Esperança/Cooesperança. Entretanto, são empreendimentos inovadores que buscam nos seus projetos a complementação para outras atividades que exercem.
Citação ABNT:
DENARDIN, ?. S.; MURINI, L. T.; DUARTE, T. L.; MEDEIROS, F. S. B.; DILL, L. M. S.; DENARDIN, E. F. Os tipos de inovações implementadas nos empreendimentos de economia solidária do projeto Esperança/Cooesperança de Santa Maria - RS. Revista de Administração da UFSM, v. 5, n. edição especial, p. 651-666, 2012.
Citação APA:
Denardin, ?. S., Murini, L. T., Duarte, T. L., Medeiros, F. S. B., Dill, L. M. S., & Denardin, E. F. (2012). Os tipos de inovações implementadas nos empreendimentos de economia solidária do projeto Esperança/Cooesperança de Santa Maria - RS. Revista de Administração da UFSM, 5(edição especial), 651-666.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9578/os-tipos-de-inovacoes-implementadas-nos-empreendimentos-de-economia-solidaria-do-projeto-esperanca-cooesperanca-de-santa-maria---rs/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARBIERI, J. C.; ALVARES, A. C. T.; CARAZEIRA, J. E. R. Gestão de ideias para inovação contínua. Porto Alegre: Bookman, 2009.

BAUTZER, D. Inovação: repensando as organizações. São Paulo: Atlas, 2009.

CÁRITAS BRASILEIRA Regional Rio Grande do Sul. Sistematização de experiências de desenvolvimento solidário sustentável/ território. Caderno de Formação, n. 19, Porto Alegre, jul. 2009.

DIEHL, A. A; TATIM; D. C. Pesquisa em ciências sociais aplicadas: métodos e técnicas. São Paulo: Pearson, 2004.

DIOCESE DE SANTA MARIA. Projeto esperança/ cooesperança: uma experiência que deu certo. Santa Maria: s/data.

DRUCKER, P. F. Inovação e espírito empreendedor (entrepreneurship): práticas e princípios. São Paulo: Pioneira Thomson, 2002.

GAIGER, L. I. Empreendimentos econômicos solidários. In: CATTANI, A D. Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz, 2003.

HASHIMOTO, M. Espírito empreendedor nas organizações: aumentando a competitividade através do intra-empreendedorismo. São Paulo: Saraiva, 2006.

ICAZA, A. M. S; FREITAS, M. R. de (Org.). O projeto esperança/cooesperança e a construção da economia solidária no Brasil: relato de uma experiência. Porto Alegre: Cáritas Brasileira, 2006.

LANGE, C. M. A construção de conhecimentos em espaços de economia popular solidária: O sentido pedagógico do projeto esperança/ cooesperança? Ijui: Pallotti, 2009.

LEITE, E. O fenômeno do empreendedorismo. Recife: Bagaço, 2000.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

PEDÓ, J. C. J. O cooperativismo na perspectiva da economia solidária: evidências locais a partir da Coopal. Pelotas: 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Fac. Agronomia, UFPel.

PINCHOT, G. Intra-empreendedorismo na prática: um guia de inovação nos negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

PINHO, D. B. O cooperativismo no Brasil: da vertente pioneira à vertente solidária. São Paulo: Saraiva, 2004.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SINGER, P. A economia solidária como ato pedagógico. In: KRUPPA, S. M. P. (Org.). Economia solidária e educação de jovens e adultos. Brasília: INEP, 2005.

SINGER, P; SOUZA, A. A economia solidária no Brasil. São Paulo: Contexto, 2000.

SOUZA, E. C. L.; GUIMARÃES, T. de A. Empreendedorismo além do plano de negócio. São Paulo: Atlas, 2006.