A inovação das redes sociais virtuais na administração: usos e práticas para a gestão de pessoas Outros Idiomas

ID:
9727
Resumo:
O presente estudo está voltado para a descoberta das formas de utilização das redes sociais nas organizações e como estas podem ser utilizadas em benefício da gestão de pessoas. Busca-se através da percepção dos colaboradores, apontar vantagens e desvantagens para a adequação e utilização desta ferramenta. A pesquisa se deu através de uma abordagem quali-quantitativa, procedimento de pesquisa exploratória, estatística e comparativa e como técnica o questionário. Após a análise dos dados coletados tornou-se possível constatar que, embora muitas rotinas na gestão de pessoas sejam beneficiadas pelas redes sociais ainda existem melhorias a serem implantadas tanto em empresas públicas quanto em empresas privadas. A adequação das empresas em relação à utilização das redes sociais virtuais faz-se importante e necessária.
Citação ABNT:
CEMBRANEL, P.; SMANEOTO, C.; LOPES, F. D. A inovação das redes sociais virtuais na administração: usos e práticas para a gestão de pessoas. Innovation and Management Review, v. 10, n. 1, p. 27-50, 2013.
Citação APA:
Cembranel, P., Smaneoto, C., & Lopes, F. D. (2013). A inovação das redes sociais virtuais na administração: usos e práticas para a gestão de pessoas. Innovation and Management Review, 10(1), 27-50.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9727/a-inovacao-das-redes-sociais-virtuais-na-administracao--usos-e-praticas-para-a-gestao-de-pessoas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Barreto, C. Informação e comunicação em redes eletrônicas: para além da Biblioteca Virtual de Estudos Culturais. Mestrado em Ciências da Informação. Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, 2005.

Belloni, M. L., Gomes, N. G. G.. Infância, mídias e aprendizagem: Autodidaxia e colaboração. Educ. Soc. [online]. Campinas, v. 29, n. 104, p. 717-746. out. 2008

Cendón, B. V. Bases de dados de informação para negócios. Ciências da Informação, v. 31, n. 2, p. 30-43, 2002.

Cipriani, F. Blog corporativo. 2 ed. São Paulo: Novatec, 2008.

Comscored, World Metrix. Russia has World’s Most Engaged Social Networking Audience. Disponível em: http://www.comscore.com/&ei=A0uyStPPB9LjlAei7_2QDw&sa=X&oi=translate&resnum=1&ct=result&prev=/search%3Fq%3DcomScore%26hl%3Dpt-BR Acesso em: 17 jun. 2011.

Davenport, T. Decoding information – Worker productivity. Optimizing Magazine 2004. Disponível em: http://www.optimizemagazine.com/disciplines/disciplines_archive.jhtml?cat_id=13703&year=2004. Acesso em: 03 mar. 2011.

Dias, C., Couto, O. F. do. As redes sociais na divulgação e formação do sujeito do conhecimento: compartilhamento e produção através da circulação de ideias. Ling. (dis)curso [online]. v. 11, n. 3, pp. 631-648. 2011. ISSN 1518-7632..

Dornelles, J.. Antropologia e Internet: quando o "campo" é a cidade e o computador é a "rede". Horiz. antropol.[online]. v. 10, n. 21, pp. 241-271. 2004. ISSN 0104-7183.

Gil, A. C.. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

Guimarães, Gilberto. in VOCÊ S.A. As empresas de recrutamento vão selecionar cada vez mais pelas redes sociais. Disponível em: http://vocesa.abril.com.br/noticias/empresas-recrutamento-selecionamcada-vez-mais-pelas-redes-sociais-500940.shtml. Acesso em: 29 mai. 2011.

Gullich, R. I. da C., Lovato, A., Evangelista, M. dos S.. Metodologia da Pesquisa: normas para apresentação de trabalhos: redação, formatação e editoração. 2 ed. Três de Maio: SETREM, 2007.

Krohling Kunsch, Margarida M. Comunicação organizacional na era digital: contextos, percursos e possibilidades. Signo pensam. [online]. n. 51, pp. 38-51. 2007. ISSN 0120-4823.

Machine, International Business (IBM). Estudo global de CEO 2008. Disponível em: http://www.ibm.com/br/services/bcs/studies/GBE03035-BRPT-00_CEO+Study_BRPT.pdf Acesso em: 18 jun. 2011.

Maia, V.. Estão falando bem (e mal) de você. Junte-se a eles. Disponível em: http://revistapegn. globo.com/Empresasenegocios/0,19125,ERA1691395-2574,00.html . Acesso em: 18 jun. 2011.

Marteleto, R. M.. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001.

Milreu, P.. A gestão de pessoas na era das novas mídias digitais. 3 reunião 2009: Grupo Recursos Humanos CIESP – Bauru. Disponível em: www.paulomilreu.com.br. Acesso em: 07 fev. 2012.

Minayo, M. C. de S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 22 ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2003.

Moura, P. As comunidades do Orkut como ferramenta de e- CRM no Brasil. Monografia de conclusão da graduação no curso de Comunicação Social. Universidade Estácio de Sá. Rio de Janeiro. 2006.

Neuhauser, P., Bender, R., Stromberg, K.. Cultural.com: como adaptar as empresas ao mundo.com. Baruieri: Manole, 2001.

Nicolaci-da-Costa, Ana Maria. Sociabilidade virtual: separando o joio do trigo. Psicol. Soc. [online]. v. 17, n. 2, pp. 50-57. 2005. ISSN 0102-7182.

Oliveira, S. L.. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira, 2004.

Rossetti, A. et al. A organização baseada no conhecimento: novas estruturas, estratégias e redes de relacionamento. Ci. Inf. [online]. v. 37, n. 1, pp. 61-72. 2008. ISSN 0100-1965.

Seeltiz, C. et al. Métodos de pesquisa das relações sociais. São Paulo: Herder, 1965.

Silva, A. C.. Gestão do conhecimento: linguagem, forma e impacto na comunicação em redes de comunicação. Tese de Doutorado em Comunicação e Semiótica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2005. Disponível em: http://sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1790. Acesso em: 10 jan. 2012.

Sleiman, R.. 2010. O impacto das redes sociais na gestão do database marketing. Disponível em: http://mundodomarketing.com.br/artigos/ricardo-sleiman/13096/o-impacto-das-redes-sociais-nagestao-do-database-marketing.html. Acesso em: 25 dez. 2011.

Telles, A.. Orkut.com. São Paulo: Landscape. 2006.

Tomaél, M. I., Alcará, A. R., Chiara, I. G. Das redes sociais à Inovação. Ci. Inf. [online]. v. 34, n. 2, p. 93-104. 2005. ISSN 0100-1965. .

Vale, G. M. V., Guimaraes, L. de O.. Redes sociais, informação, criação e sobrevivência de empresas. Perspect. ciênc. inf. [online]. v. 15, n. 3, pp. 195-215. 2010. ISSN 1413-9936.