A evolução dos relatórios de sustentabilidade de empresas brasileiras do setor de energia elétrica Outros Idiomas

ID:
9874
Resumo:
Nos últimos anos, diante das pressões dos stakeholders, as empresas buscam maior transparência na divulgação de suas informações; dessa forma, além de aspectos econômicos, passaram a relatar ações associadas à sociedade e ao meio-ambiente por meio de Relatórios de Sustentabilidade. Em razão de diversos fatores, a publicação desse documento tem sido prática cada vez mais frequente entre as empresas. Contudo, no que diz respeito à qualidade da informação, constata-se que os relatórios apresentam diferentes níveis de profundidade. Dessa maneira, o presente trabalho tem por objetivo verificar a evolução nos Relatórios de Sustentabilidade do grau de aderência plena e do grau de evidenciação efetiva aos indicadores de desempenhos econômico, ambiental e social estabelecidos no modelo “G3” das Diretrizes para Elaboração de Relatórios de Sustentabilidade da Global Reporting Initiative (GRI), de empresas brasileiras do setor de energia elétrica, no período de 2006 a 2009. Com base na análise dos relatórios, pode-se verificar o quanto do que foi requerido nos indicadores de desempenho pelas Diretrizes da GRI foi realmente divulgado e o quanto do potencial dessas informações foi efetivamente apresentado ao longo desse período. Os principais resultados mostram que houve evolução no grau de aderência plena e grau de evidenciação efetiva aos indicadores de desempenho no período, mas as empresas selecionadas apresentam diferentes níveis de conformidade com as Diretrizes da GRI e de evidenciação das informações.
Citação ABNT:
MORISUE, H. M. M.; RIBEIRO, M. S.; PENTEADO, I. A. M. A evolução dos relatórios de sustentabilidade de empresas brasileiras do setor de energia elétrica. Contabilidade Vista & Revista, v. 23, n. 1, p. 163-194, 2012.
Citação APA:
Morisue, H. M. M., Ribeiro, M. S., & Penteado, I. A. M. (2012). A evolução dos relatórios de sustentabilidade de empresas brasileiras do setor de energia elétrica. Contabilidade Vista & Revista, 23(1), 163-194.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/9874/a-evolucao-dos-relatorios-de-sustentabilidade-de-empresas-brasileiras-do-setor-de-energia-eletrica/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANEEL. Manual de Elaboração do Relatório Anual de Responsabilidade Socioambiental das Empresas de Energia Elétrica. Disponível em: . Acesso em: 2 janeiro 2012.

ARGANDONA, Antonio; von WELTZIEN HOIVIK, Heidi. Corporate social responsibility: One size does not fit all. Collecting Evidence from Europe. Journal of Business Ethics, New York, v. 89, n. 3, p. 221-234, Nov. 2009.

BORGER, Fernanda Gabriela. Considerações teóricas sobre a gestão da responsabilidade social empresarial. São Paulo: Instituto Ethos, 2001.

CARROLL, Archie B. Corporate social responsibility: Evolution of a definitional construct. Business and Society, v. 8, n. 3, p. 268-295, Sept. 1999.

CARVALHO, Fernanda de Medeiros. Análise da utilização dos indicadores essenciais da Global Reporting Initiative nos Relatórios Sociais de empresas latino-americanas. 2007. 133 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – FACC/UFRJ, Rio de Janeiro.

CARVALHO, F. M.; SIQUEIRA, J. R. M. Análise da utilização dos indicadores essenciais da Global Reporting Initiative nos Relatórios Sociais de empresas latino-americanas. Pensar Contábil, v. 9, n. 39, 2007.

CASTRO, F. A. R.; SIQUEIRA, J. R. M.; MACEDO, M. A. S. Análise da utilização dos indicadores essenciais da versão “G3”, da Global Reporting Initiative, nos Relatórios de Sustentabilidade das Empresas do Setor de Energia Elétrico SulAmericano. Revista de Informação Contábil, Recife. v. 4, n. 4, p. 83-102, out./dez. 2010.

CASTRO, F. A. R.; SIQUEIRA, J. R. M.; MACEDO, M. A. S. Indicadores ambientais essenciais: Uma análise da sua utilização nos Relatórios de Sustentabilidade das Empresas do Setor de Energia Elétrica Sul-Americano, elaborados pela versão “G3” da Global Reporting Initiative. In: 1ST SOUTH AMERICAN CONGRESS ON SOCIAL AND ENVIRONMENTAL ACCOUNTING RESEARCH – CSEAR, 2009.

DIAS, Lidiane Nazaré da Silva. Análise da utilização dos indicadores do Global Reporting Initiative nos Relatórios Sociais emempresas brasileiras. 2006. 180 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – FACC/UFRJ, 2006.

FARIA, A.; SAUERBRONN, F. F. A responsabilidade social é uma questão de estratégia: Uma abordagem crítica. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 1, jan./fev. 2008.

GRAY, Rob H; MILNE, Markus J. Sustainability Reporting: Who’s kidding whom? Accountants Journal of New Zealand, v. 81, n. 6, p. 66-70, Jun 2002.

GRI. Conjunto de Protocolos de Indicadores: Econômico 2006. Disponível em: . Acesso em: 13 janeiro 2012.

HAYES, Barbara; WALKER, Bridget. Corporate responsibility or core competence?. Development in Practice, v. 15, n. 3, p. 405-412, June 2005.

JANNUZZI, Gilberto de Martinho; ROMEIRO, Viviane Roberto da Silva; MARTINS, Juliana Marinho Cavalcanti; GOMES, Rodolfo Dourado Maia. Setor elétrico brasileiro no contexto socioambiental: Indicadores de boa governança em processos políticos e regulatórios. World Resources Institute – WRI, 2008.

KRAEMER, M. E. P. Responsabilidade social: Uma alavanca para a sustentabilidade. 2010. Disponível em: . Acesso em: 5 jul. 2011.

KREITLON, M. P. A ética nas relações entre empresas e sociedade: Fundamentos teóricos da responsabilidade social empresarial. In: ENCONTRO da ANPAD, 28., 2004, Curitiba. Anais... Curitiba, 2004. Disponível em . Acesso em 13 janeiro 2012.

LINS, Clarissa Lins; OUCHI, Hiroshi C. Sustentabilidade corporativa – Energia elétrica. 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 janeiro 2012.

MACHADO, Fernando Vieira. Indicador de sustentabilidade energética – Um modelo de avaliação para a governança regulatória. In: ENCONTRO DA ANPPAS, 3., 2006, Brasília. Anais... Brasília, 2006. Disponível em . Acesso em 13 janeiro 2012.

OLIVEIRA, M.; DAHER, W. D; RIBEIRO, M. S.; SAMPAIO, M. S. Análise das ações de responsabilidade social empresarial divulgadas nas demonstrações contábeis das distribuidoras de energia do Grupo Empresarial Guaraniana S. A. segundo modelo analítico de Hopkins. In: CONGRESSO USP DE CONTABILIDADE E CONTROLADORIA, 4., 2004, São Paulo. Anais... São Paulo, 2004. Disponível em . Acesso em 13 janeiro 2012.

RIBEIRO, M. S.; PINTO, A. L. Balanço social: Avaliação de informações fornecidas por empresas industriais situadas no Estado de Santa Catarina. Revista Contabilidade e Finanças, v. 15, n. 36, set/dez. 2004.

SILVA, M. C.; SIQUEIRA, J. R. M.; FERNANDES, F. S. Indicadores essenciais da GRI: Análise da evolução do grau de aderência plena e de evidenciação efetiva no período de 2003 A 2005. In: SEMEAD, 12., 2009, São Paulo. Anais… São Paulo, 2009. Disponível em . Acesso em 13.janeiro.2012.

SIQUEIRA, J. R. M.; MACEDO, M. A. S.: FERNANDES, F.S. Desempenho socioambiental no setor elétrico brasileiro: Uma proposta de mensuração apoiada em Análise Envoltória de Dados (Dea). Pensar Contábil, v. 11, n. 45, jul/set. 2009.